[Mamãe] Estou amamentando, posso comer chocolate?

Em princípio a mulher que amamenta pode comer chocolate. “Segundo o Ministério da Saúde, quantidades superiores a 400 gramas por dia podem causar irritabilidade ou aumento da peristalse do intestino do bebê” (ou seja, cólica e dor de barriga).

mulher comendo chocolate

Como 400 gramas por dia é bastante chocolate (duas barras das grandes, ou 30 bombons Alpino), vai ser difícil você chegar perto desse limite.  Mas cada criança é uma criança e existe a chance de o bebê apresentar alguma sensibilidade aos componentes do chocolate, principalmente se você estiver há bastante tempo sem comer chocolate e resolver tirar o atraso de uma vez só.  “Se o chocolate já fizer parte da dieta da mãe, ela pode comer chocolate no período da amamentação, porque o bebê já conhece esse sabor”, afirma a pediatra Isa Yoshikawa, do Banco de Leite Humano da Fiocruz.

 

Resumo da ópera: se você está amamentando, coma chocolate como sempre comeu, sempre de olho em possíveis reações no bebê, como cólica e alergia. Agora, se você amamenta e até agora tinha aberto mão do chocolate, com medo de dar dor de barriga no nenê, vá voltando à guloseima bem aos pouquinhos, observando como a criança reage. Melhor não “chutar o balde”  Outro motivo para não abusar é a velha culpa de mãe: você perde o controle, come um monte de chocolate e depois o bebê chora sem parar. Pode até ter sido coincidência, mas você vai se sentir péssima, achando que é culpa sua.

chocolate

O especialista Franz Novak dá uma dica para não abusar: nunca, jamais coma chocolate de estômago vazio. “Você pode ter uma hipoglicemia de rebote e comer o segundo, o terceiro, o quarto, o quinto, e quando perceber terá devorado a caixa inteira.” Prefira comer depois das refeições. O chocolate meio-amargo é considerado o mais saudável, por ter menos açúcar.  E mande a culpa embora porque, no final das contas, chocolate faz bem. Tem a chamada “gordura do bem”, que protege as artérias, além de vitaminas A, B, C, D e minerais como potássio, ferro e flúor etc., sem contar as substâncias que causam sensação de bem-estar e felicidade. Se seu filho não reclamar, você pode comer um pouco sem traumas.

 

Infos

2leep.com
Compartilhe no Orkut!

Tags: